sexta-feira, 31 de julho de 2015

SUGESTÕES PARA FIDELIZAR CLIENTES E AUMENTAR O FATURAMENTO DO SALÃO.

Quer aumentar a frequência do público, atrair novos clientes, fidelizar clientes e fazer o caixa crescer? Então confira as sugestões dos experts Thiago Cardoso, do The Color Boutique & Nail Bar, e Marcos Furquim, do Bardot Hair Body Soul.
*Planejamento: o ideal é o salão pegar o calendário do ano e planejar todas as promoções e ações que pretende fazer durante o ano. Não adianta chegar uma semana antes do carnaval e começar a pensar em serviço temático para esse feriado. Fazendo o planejamento desde cedo é possível já ter uma estimativa de quanto o salão terá que investir em folder, cartão, ligações, e-mail marketing etc
*Agendamento online: com esta ferramenta será possível verificar a agenda do salão diretamente de seu tablet ou celular e inclusive realizar seu agendamento. Tirando assim a necessidade de ligações telefônicas e tornando mais prático para a cliente.
*Eventos mensais: o salão disponibilizará uma agenda fixa de eventos, com horários alternativos para que as clientes possam desfrutar dos serviços. Faça algo diferente todo mês, toda semana. Cliente gosta de novidade, por isso use toda a criatividade para desenvolver ações inovadoras. Convide seus fornecedores de produtos para inovarem junto com você na fidelização dos clientes. Aqui vale o famoso Dia da Beleza com direito a muita música, drinques e claro serviços com descontos, por exemplo, hidratação, manicure e escova.
*Parcerias: já pensou em criar uma parceria com um sex shop ou então promover uma degustação de chocolates? Aumente sua capacidade de atrair clientes novos por meio de parcerias com outros comerciantes, por exemplo, lojas de moda, academias de ginástica e outras empresas. Peça em troca a divulgação do seu salão entre os clientes e funcionários do parceiro.
*Desenvolvimento de coleção do salão: criar ensaio fotográfico mostrando as tendências que os profissionais indicam para cada temporada.
*Descontos em reagendamento: os clientes que reagendarem seu próximo horário durante a última visita, ganham descontos especiais nos serviços, como 5% para unhas e 10% para serviços de cabelo.
*SPA das Unhas: dia especial dedicado ao tratamento das unhas. As clientes poderão ser convidadas para o evento e terão dicas sobre novas cores, lançamentos das marcas, cuidados especiais com as unhas e tudo isso acompanhado de um delicioso chá da tarde e aperitivos.
*Campanha solidária do agasalho: que tal criar um evento sem fins lucrativos que visa a arrecadação de alimentos e agasalhos para a distribuição a entidades carentes? Neste dia a cliente que colaborar com a campanha receberá descontos especiais nos serviços.
*Aberto aos domingos: com horários alternativos para as clientes que não disponibilizam de tempo durante a semana e aos sábados. Aos domingos, poderá ter algum mimo para agradar a cliente para que saiba o quanto ela é importante para o salão, como por exemplo, degustação de vinhos.

segunda-feira, 27 de julho de 2015

Etiqueta: veja dicas para tornar seu salão de beleza mais agradável

Com regrinhas simples é possível transformar o ambiente do salão de beleza num espaço ainda mais agradável. 

Veja a listinha de atitudes nada elegantes que ele elenca:

– Mascar chiclete durante o atendimento;
– Parar o trabalho para atender a porta, o celular ou mesmo o telefone do salão;
– Usar decotes ousados;
– Fumar e iniciar o procedimento cheirando a cigarro.
“Você é aquilo que você representa”, diz o senhor Alcântara. Ele afirma que os profissionais de beleza devem levar as boas atitudes para além das raias do salão, para que quando forem vistos por seus clientes em outras situações possam continuar sendo reconhecidos como profissionais.

Veja mais dicas:

Fuja de fofocas
outra atitude, que para muitos acontece no salão como se ali fosse um point para tal, mas que ela não gosta e que foge de qualquer prática da boa etiqueta, é a fofoca. “É inadmissível, ela infringe a ética no local, torna o ambiente muito hostil, gerando intrigas, mentiras e desafetos, tirando todo o propósito de um lugar tão descontraído e agradável quanto um salão de beleza deve ser”, afirma a profissional.

Mantenha a discrição
Além de também abominar as fofocas, diz que a discrição é muito importante nesses estabelecimentos. “Não se deve falar alto, o cliente no salão também quer relaxar, além do que, falar baixo é sempre elegante”, Comparando o funcionamento dos salões no Brasil com os do exterior e cita um exemplo.  “No Carita, de Paris, a música toca bem baixinho durante todo o tempo, e quando o assistente precisa dar um recado ao profissional que está em atendimento, ele o chama de lado e quase sussurra a informação; fala tão baixo que ninguém é perturbado com o assunto”.

Etiqueta e ética 
Quando se fala em etiqueta é muito comum entrar em ética, o que não acontece por acaso. No dicionário Michaelis uma das definições de ética é: o conjunto de princípios morais que se devem observar no exercício de uma profissão. Etiqueta, por sua vez, é assim definida, no mesmo glossário: 1. Conjunto de cerimônias adotadas na corte e na alta sociedade. 2. Trato cerimonioso. Ou seja, uma e outra proclamam a importância de se agir de forma tão elegante que facilite e torne harmônico o convívio social.

Dica para controlar as vendas da sua pequena empresa

O setor de beleza e estética (com ligação direta com o setor de cosméticos) tem apresentado um crescimento significativo no Brasil. Estudos mostraram que, mesmo em épocas de crise, o faturamento dessa área não teve uma grande oscilação, notícia boa para os empresários do ramo!
Controlar as vendas em um estabelecimento que trabalha com produtos e serviços de beleza e estética é fundamental para garantir o crescimento da empresa. Aliás, a concorrência nessa área tem crescido e, por isso, para manter e aumentar a lucratividade, é importante aplicar algumas táticas de gestão e controle.
Confira cinco dicas imprescindíveis para controlar as vendas e perceba na prática a diferença que elas podem fazer para a sua pequena empresa:
Sistema para controlar as vendas
Mesmo que a empresa seja pequena, é fundamental aderir a um sistema digital que ajude a controlar as vendas. Pode ser simples: um suporte no qual os produtos e serviços possam ser cadastrados, com seus respectivos valores, de modo que os profissionais tenham acesso para lançar as vendas realizadas.
Até mesmo uma planilha fácil de ser operada e prática, para não tomar muito tempo, pode ajudar. O próprio Excel pode ajudar, mas é necessário ter muito cuidado para não serem lançados valores errados. 

Treinamento da equipe
Os profissionais que trabalham diretamente com as vendas devem estar preparados para isso. O gestor tem a responsabilidade de oferecer um treinamento completo para a equipe, isso inclui transmitir todas as informações sobre os produtos ou serviços que são oferecidos e como lançar as vendas no sistema da empresa. Embora o proprietário esteja mais interessado no controle de vendas, ele deve fazer parte da rotina de todos os profissionais.
Conscientize sua equipe sobre a importância não só de vender, mas de manter os potenciais e atuais clientes sob controle.

Faça um balanço frequente

Não deixe para fazer o balanço dos pagamentos recebidos apenas no fim do mês. Faça um acompanhamento mais frequente (diário, semanal ou, no máximo, quinzenal). Isso ajuda a manter as vendas sob controle.
Além disso, ao fazer um controle mais constante, você conseguirá traçar planos de ação mais adequados, evitando sobreviver apenas resolvendo problemas que poderiam ser evitados.

A importância de administrar bem a agenda de atendimentos

Administrar bem o seu negócio envolve também a gestão de atendimento aos clientes, principalmente quando ele é primordial para o empreendimento.
Em salões de beleza e estética, por exemplo, o cliente precisa realizar o contato com a recepção logo no primeiro contato. Ele quer se informar sobre os preços, sobre a disponibilidade de horários e obter outras informações relacionadas aos serviços e aos profissionais. A melhor forma de garantir que ele volte é oferecendo um atendimento único e de qualidade, que seja exclusivo considerando as necessidades de cada um desses clientes.
Empresas e negócios que giram em torno desse atendimento ao público devem ter um cuidado extremo com a gestão da agenda de atendimentos, já que ela é primordial para o crescimento da empresa, para a produtividade da mesma e para rentabilidade de uma forma geral.
No que diz respeito a um salão de beleza, por exemplo, o controle adequado da agenda de atendimentos se torna essencial para que os problemas não venham a atingir a própria produtividade e a realização dos serviços por parte dos profissionais que também atuam na empresa.
Se dois clientes forem marcados no mesmo horário, por exemplo, para realizarem o mesmo serviço, com a mesma profissional, por falta de administração do atendimento, certamente ambas as partes se sentirão mal, certo?
Administrar bem a agenda de atendimentos faz com que cada atendimento seja realizado de forma diferenciada e única, dando atenção diversificada para cada um dos clientes considerando o que eles estão precisando para aquele momento.
Uma ótima dica é nunca sobrecarregar essa agenda de atendimentos. Vamos imaginar que você colocou um cliente com um horário muito próximo do outro. Assim que o segundo cliente chegou, o primeiro não terminou os seus serviços devido à algum atraso e, por isso, a agenda começou a apertar. Certamente, o segundo cliente ficou impaciente e não gostou da falta de organização para o atendimento de ambos, e por isso, a situação acabou se tornando bem desagradável para ambas as partes envolvidas.
Por conta disso, cuidar bem da agenda de atendimentos do seu negócio é de extrema importância para o próprio desenvolvimento, que certamente só acontecerá com a satisfação dos seus clientes.

A tecnologia ao seu lado

É possível administrar a Agenda de Atendimentos através das agendas convencionais de papel, e muitas empresas assim o fazem. Contudo, já existem muitas ferramentas que podem tornar esse trabalho mais fácil e diminuir as chances de erros e a necessidade de rasuras.
Além disso, uma agenda de atendimentos bem administrada e com ferramentas certas podem fornecer ao seu negócio dados importantes sobre o desempenho dos profissionais e da empresa.
O CashOne – Gestão Salão de Beleza e Clínica e Estética oferece, dentro do seu sistema de gestão online, uma solução completa para administração da agenda de atendimentos, interligando-a com todas as demais áreas da empresa.

Novas tecnologias que irão aprimorar os tratamentos disponíveis


Na área da estética, uma das novidades do mercado serão os produtos que utilizam a nanotecnologia para o tratamento da pele, com produtos que possuem partículas minúsculas que atuam em diversos locais durante os tratamentos anti-envelhecimento, além de tratamentos específicos para a pele.
Durante a utilização desta tecnologia, os produtos adquirem ações que proporcionam um desempenho efetivo, com o objetivo de melhorar a ação do organismo, para evitar inúmeros fatores como o envelhecimento da pele, rugas e acnes.
Inúmeras marcas utilizarão a nanotecnologia em seus produtos para oferecer melhorias para o tratamento da pele, além de recursos que ajudam a prevenir o envelhecimento. Para os especialistas e profissionais da área, as tecnologias irão auxiliá-los na execução de inúmeras atividades, com o objetivo de oferecer ao cliente a melhor tecnologia aliada ao trabalho do esteticista e dos profissionais do mercado de salão de beleza, para garantir de forma efetiva, todas as melhorias que serão apresentadas durante os tratamentos de estética.

segunda-feira, 6 de julho de 2015

Dicas de Fidelização - Não confie apenas na cabeça e no papel: Automatize seus processos.


Por fim, transforme todas essas técnicas e transforme o seu planejamento em um modelo de gestão automatizado, então armazene as informações em uma base confiável e de acesso simplificado e automatize o fluxo de trabalho e de relacionamento com seu cliente.

Lembre-se: antigamente os comerciantes de bairros sabiam tudo de cabeça sobre os seus fregueses, mas hoje o mercado mudou, a carteira cresceu e a maior parte dos atendimentos são feitas por funcionários e é impossível de armazenar todas as informações sobre seus clientes, então o melhor caminho é a utilização de ferramentas, processos, rotinas, scripts, sistemas e tudo que permita tornar sua empresa mais rápida. Note eu disse: tudo que deixará a sua empresa mais rápida. Eu não disse o “sistema A” ou a “ferramenta B”. Eu disse tudo que deixará sua empresa mais rápida e produtiva.

Dicas de Fidelização - Esteja presente depois da venda.

Quando a venda é feita a relação com seu cliente apenas começou, então não deixe de lado, esquecido e sem atenção.

Crie processos para conhece-lo melhor, saber seu aniversário, suas preferências e interesses e então depois ligue, envie email, mande brindes. Enfim… esteja sempre presente e preencha o vazio de referência no seu setor, se você é um prestador de serviços de manutenção predial ou fornecedor de papel de escritório, não deixe ele pensar em outro nome a não ser o da sua empresa quando ele precisar desses produtos ou serviços.

Dicas de Fidelização - Capte os testemunhos dos seus clientes

Em todos os negócios, inclusive no seu, o melhor comercial que pode existir é um cliente satisfeito falando bem a seu respeito.

Hoje a internet e as tecnologias disponíveis permitem que um testemunho positivo ou negativo seja visto por milhares ou até milhões de pessoas.

Então utilize de todas essas possibilidades a seu favor e garanta que seus clientes poderão avaliar positivamente, gerar resenhas sobre seus produtos e até gravarem vídeos falando da experiência de ser seu cliente.

É claro que isso só é possível se realmente todas as táticas anteriores foram utilizadas adequadamente, pois o momento do testemunho só será um sucesso para sua empresa se realmente o seu cliente teve suas expectativas superadas. Caso contrário poderá ser um comercial negativo.

Dicas de Fidelização - Faça continuamente a medição da satisfação do seu cliente

O que não se mede não se gerencia, então seja focado em medir suas ações, quais passos da venda convertem mais, qual funcionalidade deixa o seu cliente mais satisfeito, qual funcionário está atendendo melhor e assim por diante.

Dê atenção, dê ouvidos e haja energicamente nos problemas, quando ocorrerem e não esqueça:

• Mapeie bem as falhas rapidamente;
• Tenha um “protocolo” para solucioná-las;
• Tenha uma comunicação clara e eficiente para impedir que o problema se multiplique;
• Seja transparente e humilde com o cliente, arrogância não ajuda em nada.
• Apure as responsabilidades e implemente melhorias de processos e treinamentos;

Dicas de Fidelização - Não seja afoito

Estudos recentes apontam que a maioria das pessoas quando entram em contato com produtos e serviços pela primeira vez ainda não estão preparadas para comprar, entretanto muitas empresas criam estratégias do tipo: “Ou compre de mim agora ou vá embora!”.
Essa estratégia é materializada por sites repletos de ofertas, features (funcionalidades) e formulários de vendas.

Essa estratégia não permite que o cliente entre no site da empresa e conheça mais de aplicações, veja conteúdos relevantes, faça conexões do produto com as necessidades ou simplesmente que comece uma relação sem compromisso até que ele esteja pronto para comprar.
Em suma, a dica é: Valorize o relacionamento, que a venda será uma consequência. Tenha calma, a não venda de hoje pode representar somente que ainda não te conheci suficiente para querer fazer negócio com você.

Dicas de Fidelização - Construa valor na sua oferta.

Se você conseguiu cumprir as dicas anteriores, então o cliente que você está atendendo não é só mais um cliente, mas sim aquele cliente que você escolheu, segmentou, atraiu, engajou, atendeu de forma única e cuidou. Agora não jogue essa relação na vala comum, mostre que sua oferta é única para o que ele percebe como valor, isole os concorrentes, entregue mais valor por um preço justo.

Isso pode ser feito através de atendimentos diferenciados, mimos, brindes, garantia estendida e outras ações que mostram que na sua oferta ele ganha mais em qualquer outro lugar.

Novamente, um grande exemplo disso é a Starbucks, que junto com cafés e lanches ainda entrega para o seu cliente internet grátis e um espaço muito agradável, que ele pode passar horas e horas sem ter que pagar mais por isso.

Dicas de Fidelização - Crie uma experiência de atendimento única.

Muitas pessoas acreditam erradamente que seus negócios dependem totalmente de gente (educada, proativa, atenciosa, etc.) Não acredite nessa falácia… A maioria dos negócios é dependente de processos, pois eles permitem que pessoas normais realizem atividades complexas.

Veja o caso da McDonalds, Starbucks e tantas outras companhias que levam suas equipes a exaustão em pesados treinamentos, a fim de garantir que todo o fluxo de atendimento será realizado, da mesma forma, com os mesmos sorrisos, com as mesmas perguntas, para garantir que a experiência e as entregas serão completas.

Não importa se sua empresa é uma barraca de amendoim ou uma indústria de turbinas para naves espaciais. Você precisa mostrar ao seu cliente que ele é único, especial, que você está feliz em atende-lo e que você se preocupou com cada passo do atendimento dele e se preparou para fazê-lo com cuidado e zelo.

E mostrar principalmente que o seu atendimento não é apenas bom, mas é bom todas as vezes que ele precisar.

Dicas de Fidelização - CONHEÇA BEM SEUS CLIENTES

Entender os seus hábitos,  medos e anseios, e o que ele valoriza, entenda o que é valor para ele e principalmente como o seu produto ou serviço completa ou resolve as necessidades na vida dele e qual a expectativa dele a respeito do seu produto.

Se você apresentar o seu produto, por melhor que ele seja, ao público errado ou da forma errada, sem uma abordagem adequada e sem os devidos links entre os benefícios do seu produto e as “dores” do seu cliente, então todo o resto da sua estratégia será em vão.

Invista parte do seu orçamento em conhecer bem o seu cliente, pois cada vez que você o conhece, mais o seu produto ou serviço o completará, ele perceberá mais valor na sua oferta e a fidelização será inevitável.

Dicas - Valorize a suas clientes

Crie um programa de indicação onde você recompense seus clientes por recomendar de novos clientes. É muito importante pensar como você irá controlar e gerenciar as informações deste programa. Você pode testá-lo com poucos clientes inicialmente, assim você tem tempo de corrigir pequenas falhas que possam se tornar uma dor de cabeça.

Dicas - Diversifique!

Agregar serviços aos seus clientes é uma boa opção para a época de crise. Você pode aprender uma nova habilidade, por exemplo, se você é esteticista, pode fazer um curso de depilação ou manicure, se você é cabeleireiro pode fazer um curso de maquiagem. Uma outra oportunidade é se tornar um consultor de vendas de cosméticos e promover eventos – dia da beleza, chá com mulheres – em casa ou no sa

Dicas - Faça parcerias

Parcerias podem ser um bom caminho para quem está buscando novas clientes. Empresas, são uma boa opção, visto que está em alta a tendência de oferecer benefícios relacionados ao bem estar para os funcionários. Se você é uma esteticista entre em contato com as dermatologistas do posto de saúde e consultórios da sua região que não tenham serviços estéticos e faça uma proposta de parceria para ela indicar os seus serviços aos pacientes. Em troca você pode indicá-la como médica das suas clientes.

Faça promoções

Esse é um tópico meio polêmico, muitos profissionais acreditam que uma promoção é a desvalorização do trabalho do profissional. Promoções são boas oportunidades de aumentar o volume de clientes no seu negócio e captar novos clientes, mas devemos ter bom senso ao criá-las e algumas dicas podem facilitar:


Período: Uma promoção deve ter sempre período de início e fim. Não transforme um preço promocional no preço do seu trabalho.
Desconto: Promoções de desconto são super atraentes aos consumidores, entretanto podem ser uma grande cilada para os profissionais. Não faça uma promoção na qual o valor não irá cobrir o seu custo líquido com o serviço. E avalie com atenção sempre o valor do desconto.

Suponhamos  que você cobre R$ 20,00 no serviço de manicure e queira fazer uma promoção. Antes de tudo você precisa saber de duas coisas: Qual o seu custo líquido por atendimento, que seria os gastos com material, aluguel, etc e qual é o seu lucro em cada atendimento.

Divulgue seu trabalho

Se as suas clientes diminuíram a frequência do seu serviço está na hora de você expandir seus horizontes e conquistar novos clientes. Existem várias formas de fazer a divulgação do seu trabalho, uma opção barata é utilizar das redes sociais para alcançar potenciais clientes. Crie uma página com as suas informações, fotos dos seus trabalhos e uma espaço para futuras clientes entrarem em contato.

Lembre-se: uma imagem vale mais que mil palavras.

As fotos são muito importantes para as clientes conhecerem o seu trabalho. É muito mais impactante você mostrar um antes e depois do que dizer a elas que conhece a técnica x,y ou z.

Fortalecer o caixa

A primeira coisa que temos que ter em mente quando passamos por alguma crise econômica é que cada centavo faz diferença, então todo gestor de negócios seja ele pequeno ou grande precisa se preparar para custos futuros e saber exatamente quanto de caixa sua empresa consegue gerar a cada mês.

Estamos em dias que tomar decisões rapidamente e saber de onde vem o dinheiro da empresa pode se tornar algo decisivo para mostrar quais empresas vão sobreviver a 2015 e quais vão fechar as portas.

Em épocas de crise é necessário que as empresas se ajustem para sobreviverem!

Enxugar custos de entrega e envio do produto, minimizar custos na produção de serviços, e analisar possíveis demissões em áreas menos importantes podem ser um ótimo caminho para manter o caixa estruturado e evitar perdas de dinheiro, mas muita atenção a cada passo dado pois uma ação errada pode gerar muito mais custo do que economia, por exemplo demitir alguém de um setor errado ou fazer um serviço mal feito.

De olho nas vendas

Qualificar a gestão para vender melhor e com mais rentabilidade
O calcanhar de Aquiles de boa parte das empresas brasileiras é o seu produto e serviços. Não importa se ele veio de uma linha de montagem ou da prestação de serviços. Falta conhecimento sobre os pontos fortes, os fracos e, principalmente, onde os concorrentes são mais bem-sucedidos. A crise traz a oportunidade de qualificar a gestão e verificar como vender melhor e com mais rentabilidade. Se cortar custos é a linha de partida, estabelecer processos eficientes de venda colabora com uma redução de até 50% nas despesas, dizem as consultorias de gestão.

Para isso, é preciso entender o contexto comercial, analisar os ganhos possíveis de produtividade, aceitar que existem produtos que não fazem sentido no portfólio da empresa e assumir que há possibilidade de ganhos nas atividades industriais. Entre outras coisas, esse tipo de análise definirá os diferenciais da companhia. “O mercado vai estar ruim para todos, mas a sua empresa tem de ser melhor do que o concorrente”, “Sobrevive quem tiver qualidade de gestão e coragem de esperar a recompensa em dois ou três anos.”
Normalmente, o principal foco de problemas é encontrado nos canais de vendas. As empresas brasileiras cultuam o gestor comercial com perfil “barriga no balcão”. São pessoas que acreditam que a solução dos problemas está numa boa conversa. A falta de estrategistas de venda empobrece o conhecimento necessário para lidar com crises. Aqueles que fazem a gestão de seu portfólio podem indicar a mudança no processo de venda, a alteração na rapidez de entrega ou até a eliminação de um produto do portfólio. Para entender o potencial de mercado, a recomendação é fazer uma simples análise.

O importante, nesse momento, é não se prender cegamente às vendas a qualquer custo. Muitas vezes, empresas mais capitalizadas espremem seus preços. Fuja desse gênero de expediente, que pode trazer problemas para o caixa e, na ponta do lápis, gerar uma margem negativa.

Crise 2015 - Seja criativo

Uma das boas lições que se pode extrair de uma crise econômica como a que vem ai pela frente em 2015 é o incentivo à criatividade. Se você ficar sentado chorando suas pitangas e não fazendo absolutamente nada, ai sim a coisa vai ficar bem feia.

Coloque sua criatividade e de seus colaboradores para trabalhar. Esteja aberto a sugestões e não crie qualquer tipo de barreira a mudanças. Em momentos de crise é que avaliamos de forma mais contundente qual o valor que poderíamos estar entregando ao mercado que ainda não foi agregado ao nosso produto ou serviço.

Não ser pego de surpresa sempre foi um grande trunfo no mundo dos negócios. Por isso, saber como se preparar para a crise de 2015, pode ser decisivo para a sobrevivência do seu negócio nos tempos difíceis que vem por ai.

Crise 2015 - Participe de eventos setoriais

Em épocas de crise se torna importante participar de um número maior de eventos para poder ter uma avaliação externa da crise e do cenário traçado para o futuro.

É um ótimo momento também para o compartilhamento de experiências e soluções adotadas por outros empresários que estão no mesmo barco. É uma situação onde a união faz a força.

Crise 2015 - Invista em marketing

Não caia na armadilha de reduzir seu investimento em marketing só porque as vendas estão baixas. É justamente nessa situação que você deve investir mais ainda para atrair clientes para o seu negócio!

Se você ainda não tem uma estratégia de marketing digital, pense seriamente em investir neste segmento, pois além de ser mais barato (mas não gratuito) que o marketing convencional, pode ter seus resultados mensurados nos mínimos detalhes.

Crise 2015 - Avalie a possibilidade de downsizing

Reduzir o ritmo de atividade da sua empresa não é nenhuma vergonha ou sinal de má gestão. É sinal de prudência. Existe um ditado sobre empreendedorismo que eu adoro, dizendo o seguinte “O primeiro negócio de qualquer negócio é permanecer no negócio”.

Em épocas de crise, as vezes é preferível reduzir a atividade e o crescimento da empresas para poder enfrentar o ambiente desfavorável, do que bancar o empreendedor destemido e quebrar a cara dando murro em ponta de faca. Pergunte ao Eike Batista o que ele acha.

Crise 2015 - Otimize processos produtivos

Outra solução para o dilema de como se preparar para a crise econômica de 2015 é através da otimização dos processos produtivos e rotinas administrativas da empresa.

Em tempos de mercado aquecido e boas vendas, é comum, principalmente entre os pequenos e médios empresários, um certo desleixo em relação à otimização de processos. Em tempos de crise, essa falta pode lhe custar a competitividade e em casos extremos até mesmo o negócio.

Crise 2015 - Revise seu mix de produtos e serviços

Os tempos de vacas gordas tendem a deixar o mix de produtos e serviços sem um critério muito rígido de eficiência, o que prejudica o andamento dos negócios, mas não chega a matar a empresa, e por isso produtos que não vendem bem ou tem um prazo de permanência no estoque prolongado, vão conseguindo uma sobrevida.

Se você quer saber como se preparar para a crise de 2015, uma das dicas mais valiosas é fazer uma revisão imediata do seu mix de produtos e eliminar aqueles que não estão trazendo giro de estoque e não possuem uma margem de lucro tão atraente assim.

Crise 2015 - Prepare-se para uma redução de vendas e pedidos

O primeiro passo para se preparar para a crise econômica de 2015 é ser realista e assumir que as vendas sofreram uma sensível redução, principalmente em segmentos que comercializam produtos e serviços não essenciais.

Essa é uma retração clássica dos consumidores, sejam pessoas físicas ou jurídicas e não pode ser ignorada em seu planejamento estratégico. Por isso, adeque suas projeções de vendas para 2015 de forma a enquadrá-la à realidade do momento econômico.

Crise 2015 - Reduza imediatamente seu grau de endividamento

Não importa que sacrifícios isso possa envolver, mas uma coisa é certa, se você quer se preparar para a crise de 2015, a primeira providência é reduzir a todo custo seu grau de endividamento.

As taxas de juros estão altas e o Banco Central não dá o menor sinal de que possa vir a reduzi-las à curto prazo. Isso poderá asfixiar seu negócio em um cenário inflacionário e de retração de vendas. Portanto, prioridade a esse item.

Tente marketing SMS

O envio da mensagem de texto ocasional para seus clientes pode ter um grande impulso em reservas. Lembretes ou avisos para promoções especiais só é recomendado para cliente regular, porém, como clientes muito antigos já pode ter encontrado um novo cabeleireiro e pode se sentir desconfortável pedindo-lhe para parar de mensagens deles. Atente-se à frequência e quantidade de mensagens, não seja aquele vendedor de imóveis inoportuno.

Faça concursos

Um bom corte de cabelo custa apenas o seu tempo, e pode trazer novos clientes. Concursos do tipo: quem tirar a melhor foto marcando o seu perfil na foto  fizer o melhor depoimento no seu site ganha um corte de cabelo.

Comece um blog

Nada funciona melhor em marketing na internet do que tornar-se um recurso de informações específicas . Como um cabeleireiro, por exemplo, você provavelmente pode facilmente pensar em produtos que você pode indicar, ou tranças difíceis que você pode escrever tutoriais sobre como fazer. Divulge os vídeos, imagens ou textos em seu site e facebook. Estes artigos podem aumentar a sua visibilidade no Google além de criar fidelidade com sua clientela.

Incentive postagem nas redes sociais

Suas clientes com certeza possuem algum perfil na rede social e, naturalmente, um celular que tire boas fotos. Faça campanhas – cartazes, no espelho e verbalmente – incentivando que elas tirem fotos enquanto pintam as unhas, cortam o cabelo ou tomam um banho relaxante. Ofereça descontos em produtos, serviços ou um agrado simples.

Será?

SERÁ QUE VOCÊ PRECISA DE MAIS CLIENTES  OU CUIDAR MELHOR DOS QUE JÁ TEM!

Junto e Misturado

Você é do tipo que administra sua empresa, junto com suas contas pessoais?

CUIDADO, você esta a um passo do desespero financeiro.

Tire fotos de clientes e as poste online de forma consistente

Mantenha uma câmera digital acessível e tire fotos de seus cortes e estilos regularmente. Como a maioria das pessoas têm um impulso de auto-confiança depois de um corte de cabelo ou estilo, muitos ficarão felizes em posar para algumas fotos. Escolha suas fotos melhores e mais diversificados e certifique-se de publicá-las em seu site, fanpage e instagram. Lembre de pedir autorização da cliente e marca-la nas fotos

Parceria com fotógrafos locais

Fotógrafos estão sempre precisando de maquiadores e estilistas para os seus trabalhos. Além de muitas vezes ser pago por seus serviços no local, os estilistas obtem o crédito junto com o fotógrafo por quaisquer fotografias publicadas.

Faça uma fanpage no Facebook

Ter uma página profissional no facebook é primordial, para não dizer básico. Lá você pode divulgar promoções, avisar sobre mudanças e novidades, compartilhar fotos de seus profissionais e até mesmo receber marcações por chats. Existe salões na Europa que praticamente recebem agendamentos apenas pelo facebook.

Faça um instagram

O instagram tem sido a sensação para hairstylist no mundo todo. Divulgue as fotos do seu estabeleciomento, clientes e trabalho. Acompanhe sua clientela e eintereja com ela.

Organiza eventos e happy hours

Receber clientes, amigos e vizinhos é sempre uma boa oportunidade para que sua marca fique na “boca do povo”. Comemore o aniversario do seu salão, o dia do cabeleiriro ou qualquer outra data importante. Oferecer um espumante e entradas faz parte do protocolo. Mas inovar em sucos, batidas, chás, cafés e tortas pode ser uma ótima. O orçamento apertou? Invista em parcerias!

Rede de lojas e estabelecimentos da região

A pizzaria, supermercado, academia ou farmácia vizinha pode ser um ótimo aliado. Você leva clientes para eles e eles para você. Justo não? Não seja tímido, passe La e marque uma conversa rápida. Lembre-se de já pensar no que o parceiro pode ganhar também.

Controle financeiro

Simples mas difícil você precisa ganhar mais do que gasta. Para saber se está tendo lucro ao final do mês é preciso controlar o quanto se gasta e o quanto ganha. Software e planilhas são seus melhores aliados. No entanto, ter um controle detalhado sobre seus gastos e receitas é essencial. Sem eles fica difícil fazer previsões de ganho bem como saber onde cortar custos.

Verificar o caixa todo dia deve ser um ritual a ser seguido. Antes de fechar a porta e ir para casa, faça esse ritual. Veja sua agenda, quantos clientes vieram, quanto gastara, quais serviços e produtos compraram que os atendeu e como pagaram. Verifique o que foi comprado e gasto no dia. Ter as rédeas soltas nessa tarefa é perigoso e fatal.

O seu dever é ter esse controle administrativo financeiro bem feito. Uma vez que você tenha certeza que encontrou a formula certa para acompanhar o fluxo de caixa você está pronto para investir em ações e implementar técnicas de gestão financeiras um pouco mais avançadas.

Quanto do seu dinheiro vai pro ralo?



Você tem controle real sobre o uso correto dos seus produtos, será que parte do seu lucro não esta sendo desperdiçado no uso dos produtos?

Você conhece todos os ralos da sua empresa, por onde seu dinheiro vai embora?